Tudo sobre o Caminho dos 7 Lagos

7 lagos - patagonia argentina

Um dos lugares mais famosos da Argentina para quem gosta de natureza é o Caminho dos 7 Lagos, na patagônia, principalmente no verão. São 110km de muita beleza, montanhas, lagos cristalinos e vistas incríveis.

Eu realizei um sonho fazendo esse trajeto de bicicleta e foi incrível. Confesso que o esforço foi grande, mas valeu cada segundo de pedalada. Por isso quero compartilhar com vocês como foi essa aventura!

O Caminho dos 7 Lagos é todo asfaltado e passa pela mítica Ruta 40 (a estrada mais famosa da Argentina que atravessa o país de norte a sul). Nós fizemos o trajeto de Villa la Angostura a San Martín de los Andes em 3 dias de pedalada.

Bom, na verdade foram 4 porque tivemos que ficar um dia inteiro no alojamento porque choveu 24h sem parar, literalmente. Então de pedalada foram 3 dias mesmo.

Trajeto
Os 7 lagos pode ser feito tanto de VLA como de SML. Eu escolhi sair de La Angostura porque os últimos 17km são de descida!

Oficialmente fazem parte dos 7 lagos o Lago Lácar, Machónico, Villarino, Falkner, Escondido, Espejo e Correntoso. Mas pelo caminho também é possível ver o Lago Hermoso, Traful, Espejo Chico e Nahuel Huapi.

Para ter uma ideia das distâncias. Saindo de Bariloche:
Villa la Angostura – 80km
San Martín de los Andes – 182km
Caminho dos 7 Lagos – 110km

Time completo: Miguel, eu e a Vanesa prontos para sair
Time completo pronto para sair: Miguel, euzinha e a Vanesa

O caminho é bem sinalizado e tem vários mirantes para apreciar belas vistas e curtir a natureza. Também tem praias (com água muito gelada) para descansar e vários campings pelo caminho.

Uma dica, antes de partir passe pelo centro de informação turística e peça um mapa da região com as informações detalhadas dos lagos e das paradas.

Carro ou bicicleta?
Se você gosta de adrenalina e exercício, suuuper indico fazer essa viagem de bicicleta. Eu tive a sorte de ir com a Vanesa e o Miguel, dois argentinos super bacanas que também curtem pedalar e foi uma delícia compartilhar esses 3 dias com eles.

Quem for de bike pode separar 3 dias que serão mais do que suficientes. Obviamente é possível fazer em menos ou mais: você decide o ritmo.

Neste post compartilho mais dicas e conto detalhes sobre o preço do aluguel da bicicleta e custos dessa viagem.

7 lagos de bicicleta

Eu aluguei a bike em VLA e deu tudo super certo. Fui no começo de novembro e apesar do frio, a vantagem foi que a estrada não estava tão movimentada e os carros respeitavam bastante. No verão essa região é super turística e o número de veículos circulando aumenta bastante.

Quem for de carro consegue fazer o trajeto no mesmo dia e a vantagem é poder parar quando quiser.

Para quem não quiser se preocupar com nada é possível contratar uma excursão. As que saem de Bariloche costumam durar 12h. Eu não acho uma boa porque fica super cansativo fazer esse bate e volta e não ter a liberdade de aproveitar mais tempo em cada lugar, mas é uma opção.

Quando ir
Dá para conhecer a Rota dos 7 Lagos o ano todo para quem for de carro. De bicicleta eu só recomendo fazer de novembro a abril porque fora desses meses é bastante frio por lá, principalmente durante a noite.

Como esse trajeto é super conhecido dos argentinos, durante o verão tem muitos carros circulando pela Ruta 40. Como já comentei, fui no começo de novembro e apesar do frio que passei de noite, gostei da experiência justamente porque a estrada não estava muito movimentada.

7 lagos - debicicleta
Parada para descansar em um dos mirantes do caminho

A primavera também é uma época boa. O caminho fica todo florido e as paisagens ficam ainda mais lindas. Mas atenção porque os campings nessa região só abrem de novembro até março.

Paradas legais
Tem vários mirantes bacanas para descansar e tirar várias fotos.  

Se você sair de VLA, super recomendo parar na Bahia Elena que tem uma praia super bonita com água cristalina. Fica passando a casinha do guarda-parque, no km16. A água é de degelo das montanhas por isso vai se preparando, é bem fria!

7 lagos - LagoEspejo
Praia linda Bahia Elena

Nós passamos duas noites no camping Lago Espejo Chico. Para chegar lá tem que fazer um desvio de 2km por uma estradinha de terra. Ali tem dois campings e um cenário incrível. A gente dormiu nesses domos que são muito bacanas e confortáveis massss passamos um frio terrível porque não tinha calefação.

camping-espejochico
Dormimos nós 3 nesse domo gigante
camping-espejochico
O Lago Espejo Chico que fica dentro do camping é lindo

Outra parada que recomendam é Villa Traful, que está bem no meio do caminho. Eu não fui porque precisaria pedalar 25km a mais para ir e outros 25km para voltar e confesso que meu corpo não aguentaria. Villa Traful é uma pequena vila turística, famosa pela sua tranquilidade e comida boa.

Depois disso uma dos lugares mais bonitos para descansar é o Camping Lago Falkner. O lago fica ali na frente, tem vários bancos e mesas de madeira, uma vendinha bacana e até um quiosque de cerveja Patagônia. O lugar é esse da foto.

campinglagofalkner
Não é lindo esse lugar?

No km62 tem uma cachoeira bem legal, a Vullignanco, que tem uma queda de 20m de altura. Para chegar precisa fazer uma caminhada de quase 1h e passar por um riacho. Por isso, leve havaiana ou crocs.

Ah e para ver o Lago Hermoso é preciso fazer um desvio de 2km por um caminho de terra.  

Onde dormir
No começo ou no fim, super recomendo dormir em Villa la Angostura. Veja aqui as melhores ofertas de alojamento nessa cidade pelo Booking.
Eu passei uma noite lá antes da viagem e fiquei hospedada no ACA al Sur e achei excelente.

AcaSur-LaAngostura
O quarto do Aca al Sur era bem grande

Em San Martín fiquei hospedada 3 noites no Hostel El Refugio Casa de Guías de Montaña e virei fã desse lugar. A localização é perfeita, fica perto de tudo e o pessoal que trabalha lá nota mil.

Para quem prefere acampar, tem vários campings pelo caminho. A maioria não faz reserva e para conseguir lugar é por ordem de chegada. Alguns têm página no Facebook e poucos têm telefone.

Alegria e orgulho

7 lagos - lago falkner

No começo do post eu disse que fazer esta viagem de bicicleta era um sonho antigo, né? Quando terminei essa aventura, depois de ter passado muito frio em alguns momentos, ter superado 3 dias de pedalada e muito esforço, uma mistura de adrenalina e emoção foi tomando conta de mim quando avistei o Lago Lácar, o último do trajeto.

Lucila-7LAGOS
Alegria quando estava quase chegando em SML

Suas águas azuis que dão um toque ainda mais charmoso a San Martín de los Andes me deram as boas-vindas em um dia de sol. Senti uma alegria no peito e uma pontinha de orgulho, essas sensações boas que a gente sente quando realiza um sonho, sabe?

Se você ficou com alguma dúvida sobre o Caminho dos 7 Lagos é só deixar uma pergunta aí nos comentários que logo eu respondo.

Join the Conversation

2 Comments

Participe e deixe seu comentário

  1. says: Lucila

    Obrigada, Laertes. Foi realmente incrível. Tomara que você conheça mesmo um dia!!

  2. says: Laertes Bueno Silveira

    Parabéns Lucila. Fiquei com vontade de fazer este passeio.