Como viajar com seu cachorro no avião

Foto:petz.com.br

Tem gente que não consegue se separar do seu cãozinho ou gatinho e faz questão de levar seu pet de viagem também. Por sorte, para essas pessoas muitas companhias aéreas já permitem o transporte de animais de estimação dentro do avião.

Neste post você encontra todos os detalhes dos requisitos de cada companhia aérea brasileira, tamanho de caixas, documentos necessários, valores e muito mais. Ah, os requisitos valem tanto para cães como para gatos.

Todas as companhias aéreas cobram uma taxa pelo transporte dos animais. A única exceção é para cães-guia ou de salvamento, que não pagam.

Quem quiser levar seu pet para Fernando de Noronha deve pedir autorização prévia à Administração do Arquipélago de Fernando de Noronha pelo telefone: (81) 3619-0810.

Confira estes requisitos que são iguais para todas as companhias aéreas:

    • O animal deve ficar dentro de um kennel (caixa de transporte) confortável, onde possa se mover, mudar de posição, dar a volta em torno de si e virar para o lado;
    • O kennel deve ter abertura para circulação de ar;
    • O pet deve ficar dentro da caixa de transporte na sala de embarque, durante o voo e na sala de desembarque;
    • Os animais não podem ser transportados nas fileiras que têm saída de emergência;
    • A caixa deve ficar embaixo do assento da poltrona durante toda a viagem;

Outros requisitos, como a idade ou o peso do animal mudam em algumas empresas. Por isso fiz uma pesquisa grande e compartilho com vocês os detalhes para transportar pets em cada companhia aérea brasileira.

Gol
A Gol aceita cães e gatos tanto em voos nacionais como internacionais. O transporte custa R$200 (por trecho) para voos nacionais e R$400 para voos internacionais.

– o animal deve ter no mínimo 4 meses;

– o peso máximo (incluindo a caixa de transporte) é de 10kg;

– carteira de vacinação em dia, atestados de saúde atualizados e, dependendo do destino, Certificado Veterinário Internacional.

Voos nacionais:

– Comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola utilizada. A vacina tem que ter sido tomada entre 30 dias e um ano antes do embarque.

– Atestado de saúde do animal: o documento deve ter sido emitido por um médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.

Voos internacionais:

– Certificado Veterinário Internacional – CVI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.

– Certificado Zoosanitário Internacional – CZI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.

– Atestado Sanitário: deve constar no documento que o animal de estimação está em boas condições de saúde. Deve ser emitido 10 dias antes da emissão do CVI.

– Carteira de vacinação: obrigatória para animais a partir dos três meses de idade. Deve ter sido aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano.

Foto: Gol

Latam

A Latam cobra R$200 (por trecho) para o transporte de pets em voos nacionais na cabine, o valor muda de acordo com a cotação do dólar. A Latam não transporta animais de estimação de/para: Galápagos, Austrália, Nova Zelândia, Papeete, África do Sul e Inglaterra.

– O peso máximo do animal de estimação não pode ser superior a 7 kgs/15 lbs. Incluindo o kennel;

– O kennel não deve possuir rodas e deve caber sob o assento dianteiro do passageiro;

– É importante que o kennel tenha ventilação adequada e possua uma trava que garanta que seu animal de estimação não sairá durante o voo;

– É permitido somente um animal por kennel;

– Os animais de estimação não podem viajar sob o efeito de sedativos;

– O animal de estimação deve ter idade superior a 8 semanas ou 4 meses, caso a viagem se destine aos Estados Unidos.

Avianca

A Latam cobra R$250 (por trecho) para o transporte de pets e 125 dólares para viagens internacionais de e para América do Sul.

– Dimensões: Altura = 25 cm Largura = 26 cm Comprimento = 40 cm;

– O peso do animal + caixa de transporte não pode exceder 10 kg;

– De plástico rígido ou tecido resistente (com fundo impermeável);

– Totalmente fechada e que permita a ventilação adequada à necessidade do animal, porém sem deixar que nenhuma parte do animal se saliente da embalagem;

– Que seja seguro suficiente para impedir fuga, que tenha beiradas arredondadas para não causar dano ao animal;

– Que esteja limpa e à prova de vazamento, que não seja feita de material tóxico;

– Não é preciso sedar o animal;

– Para os animais com menos de 12 semanas, de raças pequenas e mais suscetíveis à desidratação, é necessário um certificado veterinário, atestando que os mesmos estão em condições de serem transportados;

– A Avianca não aceita fêmeas grávidas, a menos que tenham um certificado emitido pelo médico veterinário, atestando que o animal se encontra em boas condições para viagem e que não há risco de ocorrer o nascimento durante a viagem. Também não aceita para transporte aéreo fêmeas no cio, ou ainda amamentando, nem animais não desmamados.

Foto:kayak.com.br

AZUL

A Azul só transporta animais em voos nacionais e cobra R$250 por trecho.

– O peso total (animal + container) deve ser de, no máximo, 5 kg. O animal deve estar limpo, saudável e sem odor desagradável;

– São aceitos dois tipos de embalagem: o container rígido ou a mala flexível. As dimensões devem ser de, no máximo, 43 cm comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura;

– Levar o comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da partida/ampola utilizada. Essa vacina precisa ter sido aplicada há mais de 30 dias e há menos de um ano do embarque;

– Atestado de saúde do animal, emitido por médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.

Regras da Azul para transporte de pets no compartimento de carga:

– Cada passageiro pode transportar no máximo 2 animais de estimação no compartimento de cargas;

– Se for viajar em rotas com destino ou origem na Europa, Oceania, Argentina ou Aruba, o peso máximo permitido incluindo o kennel é de 32 kg. Para os outros destinos, o peso máximo incluindo o kennel é de 45 kg;

– Especificações máximas: 115 cm de altura e 300 cm lineares (largura + altura + comprimento);

– Deve ser de material resistente e a prova de infiltrações, não pode ter rodas;

– Deve ter porta metálica com trava dupla de forma que não permita que o animal insira o focinho ou a pata;

– Deve ter buracos de ventilação nas laterais e traseira do kennel;

– Comprovante de vacina contra raiva (a vacina deve ser aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano);

– atestado de saúde (também conhecido como certificado de inspeção sanitária). Esse documento deve ser emitido, no máximo, 10 dias antes da viagem.

Fique esperto
Reserve o lugar para sua mascote com tempo porque algumas companhias têm um limite de animais por voo. Geralmente são só três. Para garantir o espaço é melhor confirmar o quanto antes com a empresa, pelo menos com 48 horas de antecedência.

Algumas companhias aéreas não aceitam comprovante de vacinação de campanha de rua, porque esse documento não mostra a composição da vacina, carimbo e não tem assinatura do veterinário.

Todos os documentos dos animais devem ser originais e sempre é melhor ter duas cópias.

Se quiser ler este outro post com uma entrevista a uma jornalista que levou seu cachorro para Portugal e mais dicas de viagem com animais de estimação, leia aqui.

Viagens internacionais
Alguns países não é permitida a entrada de animais de estimação sem que eles tenham passado pelo período de quarentena.

Para viajar com cães e gatos para a União Europeia, o pet precisa ter microchip eletrônico. Além disso, destinos como Reino Unido, Irlanda, Suécia e Malta exigem condições sanitárias adicionais. Por isso, antes da viagem procure informação diretamente na embaixada do país de destino.

E se o destino é a Ilha de Páscoa, o viajante precisa ir até um escritório do SAG (autoridade sanitária do Chile) para certificar o bom estado de saúde do seu animal de estimação. O escritório da Vigilância Agropecuária fica no Chile mesmo.

Você já viajou com seu pet de avião e quer compartilhar sua experiência com a gente? É só escrever um comentário aí embaixo.

Participe e deixe seu comentário.