7 dicas para mulheres que viajam sozinhas

Se os amigos não podem te acompanhar, se o namorando não topa essa aventura desta vez e ninguém quer conhecer esse lugar que você tanto sonha, é melhor não esperar mais! Junte coragem, se prepare e viaje sozinha mesmo!! Acredite, há milhares de mulheres que viajam sozinhas pelo mundo e essa é uma experiência que não tem preço.

Sei que pode até dar um pouco de medo no começo, mas acredite que o esforço vale a pena. Algumas pessoas estão acostumadas a viajar acompanhadas que acabam esquecendo que viajar sozinho também tem muitas vantagens.

Lado postivo
Quando uma pessoa viaja desacompanhada, ela está muito mais aberta a conhecer outros viajantes e gente local. Quando estamos com um namorado, marido ou amigos, acabamos interagindo muito mais com eles e esquecemos de puxar papo com quem está ao nosso lado no ônibus, no hostel, na praça, etc.

Outra vantagem, pense que você vai poder fazer o que quiser na hora que tiver vontade. Não vai precisar chegar a um acordo para decidir que lugar visitar no dia seguinte, em que restaurante comer ou se amanhã vai rolar praia ou passeio pela cidade.

E os pontos positivos não param por aí. A melhor parte de viajar sozinha é que você ainda corre o risco de encontrar um “affair” no meio do caminho, se não tiver alguém te esperando em casa, é claro. Uma conversa no hostel, uma pergunta sobre onde fica tal lugar e … quem sabe isso se estende e você já arranja uma companhia para passear no dia seguinte!!

cuba
Fui sozinha pra Cuba e olha a galera que conheci no ônibus indo da Havana para Trinidad

Eu já viajei muito sozinha e acho que a gente só fica realmente sozinho em qualquer lugar se quiser. Nesses casos eu prefiro me hospedar num hostel porque aí é certeza que vou encontrar outros viajantes por lá. Um conselho, antes de reservar, é bom checar se o alojamento tem alguma área onde o pessoal pode bater papo e se reunir, algum lugar como uma cozinha grande ou uma sala de TV, porque assim vai ser mais fácil encontrar outras pessoas.

No caso de mulheres que viajam sozinhas, sempre é bom tomar alguns cuidados
para que tudo corra bem. Faz pouco dei uma palestra sobre isso no III Encontro de blogueiros da Red Viajar, em Buenos Aires, junto com a Guada Araoz, do blog Hasta Pronto Catalina. A gente deu várias dicas para mulheres que se aventuram pelo mundo. Anotem ae.

1. Uma mentirinha pode ajudar – Em alguns países não é comum que mulheres viagem sozinhas. Então para evitar que fiquem perguntando e perseguindo você, rola uma mentirinha do tipo: meu marido e os meus filhos estão no hotel esperando por mim. Eles não vão saber se é verdade ou não e isso pode afastar qualquer má intenção. Vale também levar uma foto de algum amigo e dos sobrinhos pra fazer a mentira parecer mais real.

Mesquita de Abu Dhabi

Em alguns países muçulmanos, infelizmente, muita gente vai perguntar se você é casada ou se tem filhos (quase como se isso fosse uma obrigação). É nessas horas que eu acho que vale contar essa mentirinha só pra poder ficar em paz.

2. Sentir-se segura – Pensando nas horas de aperto (que tomara não aconteça nunca), um apito pode ajudar em situaçãoes de risco. Esse é um objeto que não pesa, custa pouco e faz bastante barulho, se você precisar usar para chamar a atenção.

3. Cuidado com a bebeira, menina!  Vai por mim, não fique bêbada sozinha. Pense que talvez ninguém te ajude a voltar para o hostel e que dessa maneira você pode ficar muito mais exposta e vulnerável na rua. Se for beber mais da conta, meu conselho é fazer quanto tiver amigos ou conhecidos por perto e nunca sozinha numa balada.

4. Respeito e bom e todo mundo gosta – Se você visitar algum país muçulmano ou algum mais tradicional é melhor respeitar a cultura local e se vestir como as mulheres locais. Evite usar shorts, saias e blusas apertadas, se você não quiser chamar a atenção. Para entrar em algumas mesquitas é preciso até mesmo cobrir o cabelo e usar uma túnica especial. Aqui tem um post completo contando mais detalhes e dicas antes de entrar nas mesquitas.

Quando estive na Turquia

Avise sempre – Não esqueça nunca de avisar, sempre que possível, alguma pessoa da sua confiança onde você está e qual será seu próximo destino (se puder passar o contato do alojamento, melhor ainda). Isso ajuda a deixar seus parentes mais tranquilos em casa e também serve para manter um rastro seu, caso você fique incomunicada por alguns dias.

À noite, atenção redobrada –  Evite andar de noite por ruas escuras, vazias ou becos. Esse tipo de caminhada mais aventureira é melhor fazer durante o dia.

Intuição, i love you! Esse é um dos conselhos mais importantes: use sempre o sexto sentido e a intuição (elas sempre funcionam). E não tenha medo de dizer NÃO, quando for preciso.

cuba

Eu já viajei muito sozinha, até mesmo por países pouco turísticos como Síria, Líbano, Irã ou Moçambique. Nunca tive nenhum problema por ser mulher e estar viajando sozinha. Mas eu não dou bobeira e sempre estou com todos os sentidos bem ligados. De qualquer maneira, eu sou das que acredito que o mundo é belo e que tem muito mais gente legal do que ruim.

Explore o mundo, empodere-se, divirta-se, viaje e você verá que a sensação de superação pessoal é muito reconfortante!!

Gostou das dicas? Se você tem outras para mulheres que viajam sozinhas, compartilhe aqui no blog com a gente!! Vou adorar saber quais são.

5 Comments

Participe e deixe seu comentário.