Cinco dicas para montar um roteiro de viagem perfeito

Se você também gosta de viajar e quer organizar suas próximas férias, este post é pra você!! Este é um passo a passo, com 5 dicas, para você se preparar e se programar antes e durante sua próxima viagem.

Que tal conhecer vários destinos sem gastar muito? Quero compartilhar com você várias dicas para montar um roteiro de viagem perfeito e como poupar tempo e dinheiro.

1. Estude o destino primeiro
Antes de fazer a mala é muito importante saber se brasileiros precisam de visto para esse destino, qual é a moeda local, o idioma, etc. Também é bacana estudar um pouquinho sobre a história do país, antes de embarcar.

Essa é uma pequena tarefa que depois vai ajudar bastante quando você já estiver nesse país. Aprender algumas palavras e frases no idioma local, sempre facilita a vida dos viajantes.

Sobre o dinheiro, vale investigar se é melhor levar reais, dólares para trocar diretamente lá ou se vale a pena comprar a moeda local no Brasil, antes de embarcar. Um site que eu uso muito e que oferece cotações on-line do mundo todo é o XE.com.

2. Vacinas e documentação
Cada nação tem a sua regra de entrada de turistas e de vacinas obrigatórias. Uma vacina que a maioria dos países pede é a de febre amarela, essa doença é transmitida por meio da picada do mosquito. No Brasil essa vacina é gratuita e só uma dose já vale para a vida toda. Para quem quer informações sobre vacinas para tomar antes de ir para a África, leia este post.

Certificado internacional de vacina contra a febre amarela

Atenção, a vacina de febre amarela deve ser tomada com uma antecedência de, no mínimo, 10 dias antes da viagem. Depois de tomar a vacina, peça o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia e leve junto com o passaporte. Mais detalhes sobre a vacina e o certificado você encontra aqui.

Além das vacinas obrigatórias, confira se o país de destino exige visto ou se é possível entrar somente com a carteira de identidade (RG), como é o caso da maioria dos países do Mercosul. No caso do RG, ele deve estar atualizado e ter sido emitido há menos de 10 anos.

Aqui você encontra uma lista de todos os países que exigem visto de brasileiros.

3. Comprando a passagem
Seguindo com as dicas para montar um roteiro de viagem, a compra da passagem costuma ser uma das partes mais caras. Por isso, vale a pena gastar tempo pesquisando bastante para economizar.

Buscadores de viagem, como SkyScanner (esse é o que eu mais uso) ou Kayak, facilitam a vida porque mostram várias alternativas de voo e algumas vezes permitem fazer a ida com uma companhia aérea e a volta com outra, no mesmo ticket. Dessa maneira dá pra economizar uma boa graninha.

Outra coisa legal de alguns buscadores é que dá para criar alertas de preços, assim é possível acompanhar os valores ao longo de várias semanas ou meses.

Esse é o alerta de preços do Skyscanner

Outra coisa que faço é entrar com a janela de incógnito para não deixar rastro (cookies), quando estou pesquisando preço de voos. Você sabe que as companhias aéreas são mega espertas e se perceberem que você está interessado em um destino, há grandes chances deles aumentarem o valor da passagem na próxima procura que você fizer (muita sacanagem, mas eles fazem isso)!

Segundo os expertos no assunto, os dias mais baratos para voar são terça e quarta-feira, enquanto que segunda, sexta e fins de semana, geralmente, são mais caros.

4. Aplicativos mão na roda
A tecnologia é um dos maiores aliados na hora de viajar e os aplicativos são uma excelente ajuda. Para não ficar perdido com o idioma, você pode baixar o Word Lens Translator.

Hoje em dia tem app para tudo que a gente possa imaginar: para quem procura restaurantes vegetarianos, para procurar um lugar para acampar, onde encontrar wi-fi e muito mais. Aqui tem um post com 10 aplicativos que são uma mão na roda.

Outra dica legal para ter uma ideia bastante precisa sobre valores de coisas básicas em várias cidades do mundo afora (alimentação, ticket de ônibus ou metrô, entretenimento, etc), um site super bacana é o Expastistan.

Assim fica mais fácil calcular quanto gastar por dia para ter uma ideia de orçamento em cada destino.

E quem quiser fazer novos amigos, pode experimentar o Couchsurfing. Esse é um site que une viajantes com moradores locais. Quando morei na Europa, usei muuuuito esse site e adorava!!

Através do Couchsurfing é possível se hospedar na casa de outro viajante, sem ter que pagar por isso. O site funciona no esquema de referências, que são feitas pelas pessoas que já ficaram alojadas. Isso ajuda bastante no quesito segurança. Meu conselho, entre no site, faça um perfil e comece a juntar referências. Eu fiz grandes amigos e tive ótimas experiências quando usei o CS.

5. Montando o roteiro de viagem

Minha última dica! Quanto mais você pesquisar antes da viagem, mais tempo livre vai ter para explorar e curtir o destino quando estiver viajando. Com o Google Trips ou o Triposo isso é muito fácil.

Os dois dão dicas de lugares para visitar, praças, museus e muito mais. Esses aplicativos permitem montar roteiros personalizados e mostram uma infinidade de informações sobre cada ponto turístico.

Bom, com todas estas dicas agora você também já pode montar um incrível roteiro de viagem, economizando tempo e dinheiro! Aproveite o tempo livre para seguir estes passos e fazer com que a sua viagem seja um sucesso.

Você tem outras dicas para compartilhar com a gente? Vou adorar saber. É só deixar um comentário aí embaixo!

Participe e deixe seu comentário