Guia para visitar a Turquia

bosforo istambul


S
e você está pensando em visitar a Turquia, este post vai te ajudar bastante. Aqui você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre esse incrível país: visto, câmbio, compras, religião, principais pontos turísticos, quando ir e muitas dicas para se esbaldar na Turquia.

Quando alguém me pergunta quais são meus cinco destinos favoritos no mundo, a Turquia sempre aparece nesse ranking. Acho esse país fascinante pela mistura cultural e religiosa, pela geografia, variedade de paisagens, pelos turcos que são gente finíssima e, sem dúvida alguma, pela comida que é uma delícia!!

Quando ir
A Turquia é um país muito extenso e o clima muda em cada região, mas de uma maneira geral o inverno costuma ser rigoroso (de dezembro a fevereiro) e pode até nevar em alguns lugares.

O verão (de junho a agosto) é bem quente e os termômetros ultrapassam a casa dos 35°C facilmente. Além disso, é temporada alta quando os preços aumentam.

bondinho taksim

Se puder escolher a época da viagem, na minha opinião, a melhor opção é no outono (de setembro a novembro) ou na primavera (de março a maio), quando é baixa temporada e as temperaturas são mais agradáveis. A época de chuvas é maior entre outubro e março.

Câmbio
A moeda no país é a lira turca. Tem casas de câmbio em muitos lugares turísticos, principalmente em Istambul. Eu não levei reais para trocar, levei dólar.

liras turcas
Notas de liras turcas

Em Istambul consegui a melhor cotação no Grande Bazar. Para ser ter uma ideia, comecei trocando 1 dólar por 3,70 liras e no Grande Bazar consegui 3,82 liras por 1 dólar.

Tem várias casas de câmbio dentro do Grande Bazar e não me pediram nenhum documento para trocar dinheiro. Nos arredores desse bazar também vi um câmbio razoavelmente bom. O pior lugar para trocar foi na região próxima à Haya Sophia, na região de Sultanahmet. Cartões de crédito são aceitos na grande maioria das lojas e restaurantes.

Religião
As belas mesquitas nos lembram que estamos em um país de maioria muçulmana. Só em Istambul tem mais de 3 mil mesquitas!! Cinco vezes por dia os muçulmanos são chamados ao rezo e você vai ouvir um vozeirão vindo das torres das mesquitas até mesmo de madrugada. Eu particularmente adoro esse momento. Confira mais dicas neste post antes de visitar uma mesquita.

A maioria da população turca é muçulmana (99%). É comum ver muitas mulheres usando véu na cabeça, principalmente em cidades do interior. Por outro lado, em Istambul ou Izmir, muitas moças turcas vestem roupas da moda como em qualquer capital europeia. Na teoria a Turquia é um país laico, mas o atual governo de Recep Erdogan vem se mostrando bastante à favor da islamização do país.

bandeira turca
Bandeira turca

Bebidas alcoólicas são vendidas e não é difícil encontrá-las em restaurantes ou hotéis, embora muitos muçulmanos não bebam álcool. O que é difícil encontrar são pratos à base de porco, esse alimento é proibido pelo islã.

Compras

compras turquia

Os bazares são os melhores lugares para fazer compras na Turquia. Souvenirs, artesanato, sabonetes, cerâmica colorida, xícaras de café, joias, tapetes coloridos e tantas outras coisas são vendidas nas ruas que fica difícil escolher o que comprar.

Passear pelas ruas de Istambul é como estar em um mercado a céu aberto a toda hora. Calçadas lotadas de vendedores tentando chamar a sua atenção, multiplique isso por dez se for dentro de algum bazar, e muitas opções fofas para escolher que você vai querer levar para decorar a sua casa. Escrevi este post inteiro sobre os melhores lugares para comprar em Istambul.

Cidades mais turísticas
Além de Istambul, que é a mais importante da Turquia, também recomendo visitar a Capadócia, que está a 700km de Istambul. Essa é a famosa região onde se faz o passeio de balão que passa por cima de vales com formações rochosas, as chaminés de fada. Esse foi o cenário da novela Salve Jorge.

Capadócia
A bela Capadócia

Outro lugar turístico é Pamukale, que significa castelo de algodão. Essa região fica a 650km de Istambul, famosa pelas suas águas termais calcáreas que dão um toque todo branco à paisagem.

A paisagem branquinha de Pamukale
A paisagem branquinha de Pamukale

As praias turcas também são lindas e super merecem uma visita. Algumas das mais turísticas são Bodrum, Fethiye e as da região da Antália.

A cidade portuária de Izmir, a 490km de Istambul, é a mais ocidentalizada e avançada do país. Izmir está na costa do Mar Egeu e ali perto há praias bonitas.

As ruínas da cidade de Éfeso também valem a visita. São as mais importantes e melhores conservadas do país. Por ali passaram várias civilizações, desde a época de Alexandre, o Grande, até egípcios e romanos. Éfeso fica a 540km de Istambul.

ruinas efeso turquia
A famosa Biblioteca de Celso em Éfeso

Existem outras cidades turísticas no país, mas para uma primeira viagem eu diria que essas são as principais para visitar.

Comidas típicas
Se você está de regime, melhor deixar isso pra lá quando chegar na Turquia porque comida boa é o que não falta por lá. Entre os pratos mais famosos estão os kebabs, que podem ser encontrados em qualquer esquina.

De frango ou de carne, lá estão os grandes pedaços de carne girando. O mais engraçado é que no Brasil a gente chama de kebab o sanduíche em sim, mas em turco kebab quer dizer grelhado. Ou seja, é a maneira como a carne é preparada.

kebab turco
Um kebab cai bem a qualquer hora

Nos restaurantes você vai encontrar uma variedade grande de carnes com diversos acompanhamentos, molhos de iogurte (delicioso) e saladas.

O café da manhã turco é bem diferente do nosso. Eles comem muito iogurte com hortelã e pepino (cacik), que é delicioso, tomates, muitos pães, doces caseiros, ovos, variedades de azeitonas e queijos, mortadela de frango, etc. Mesmo nos hotéis internacionais eles servem esse tipo de café, que é abundante e delicioso.

café da manhã turco
Pepino, tomate e mortadela no café da manhã turco

 

café da manhã turco
Doces e pães no café da manhã da Turquia

Como a maioria dos turcos são muçulmanos, eles não comem porco e na maioria dos restaurantes é difícil encontrar algum prato com porco.

A sopa (çorba) também é muito comum no cardápio turco. Muitas vezes é de iogurte (isso mesmo), de frango ou de lentilha (que pode ser um pouco apimentada).

Para a sobremesa uma atenção especial aos doces turcos! Os turkish delight (lokum) são os mais famosos entre os turistas. São esses doces longos com uma espécie de gelatina colorida e frutos secos que são vendidos em caixas em todos os bazares, mas o país tem uma variedade enorme de doces, um melhor do que o outro.

doces turcos
Difícil escolher um

Alguns são bastante parecidos aos árabes. A baklava com frutos secos, o dondurma (sorvete turco bem elástico), lokma (uns bolinhos fritos com calda bem doce), arroz doce, etc. O meu favorito é o tavuk göğsü, tipo um pudim de leite com caramelo queimado em cima que é feito com frango. Sim, gente, frango!! Mas acredite que não tem nenhum sabor de frango. Me explicaram que eles acrescentam peito de frango na receita para dar uma textura elástica ao doce. Acreditem, é maravilhoso!!

tavuk göğsü
O delicioso tavuk göğsü. Foto: yemektarifi.com

E para acompanhar todos esses doces maravilhosos, um chá turco (çay) cai muito bem. Eles bebem muito chá na Turquia. O chá deles é preto e bem forte. Eu sempre tinha que misturar com um pouco de água para deixar um pouco mais fraco.

café turco
Chá (esquerda) e o café turco

Os turcos não produzem café, mas a sua bebida é muito famosa. Não vá embora sem provar um café turco (kahvesi), famoso por não ser coado como no Brasil. O pó fica todo no fundo da xícara e depois vale pedir para algum entendido ler o seu futuro na borra de café.

Nas ruas é comum ver vendedores de sucos. Aproveite para experimentar o de romã, um suco que não é comum no Brasil. Eu tomei um e achei gostoso. É meio azedinho e super concentrado. Tive que colocar um pouco de gelo para deixar mais aguado.

frutas turcas
A romã é a fruta da direita

Outra coisa bem comum de ver por lá são os vendedores de castanhas assadas. Uma delícia!! E não deixe de provar o simit, um pão redondinho com sementes de gergelim, bem baratinho. Tem um vendedor de castanhas e de simit em cada esquina.

castanhas assadas simit turquia

Segurança
Nos últimos anos, infelizmente, a Turquia foi alvo de vários atentados e o turismo baixou consideravelmente por lá; o país está do lado da Síria, que está em guerra há muitos anos. Além disso, a Turquia também tem um conflito com os curdos, que pedem sua independência e reconhecimento como nação. Um caso complicado e longe de estar chegando ao fim.

Para quem é turista, tudo isso não afeta diretamente na segurança porque apesar disso milhares de viajantes continuam visitando a Turquia todos os anos. Eu estive em março deste ano (2018) e a única coisa que notei diferente de quando fui há 15 anos foi o aumento de controles na entrada dos pontos turísticos, como o Grande Bazar, Spice Bazar, Topkapi Palácio, etc.

Entrada do Spice Bazar
Entrada do Spice Bazar

No principal aeroporto de Istambul, o Atatürk, a segurança foi super reforçada depois do atentado de 2016. Logo na entrada todo mundo precisa passar, mesmo quem não vai viajar, por um detector de metais e as malas também devem passar pelo escaner. Além disso, vi policiais fortemente armados na entrada.

Por isso é preciso chegar com mais tempo ao aeroporto, na hora do voo de volta, porque as filas antes dos controles são grandes. De qualquer maneira, já sabemos que nenhuma cidade do mundo está livre de ataques terroristas e essa é uma triste realidade que nos teremos que acostumar.

Mercado Spice Bazar
Mercado do lado de fora do Spice Bazar

De uma maneira geral, sendo sincera, não senti medo ou insegurança em nenhum momento tanto em Istambul como em outras cidades turcas. Aliás, me senti segura caminhando pelas ruas até mesmo à noite. Porém, aconselho a tomar os cuidados básicos como em qualquer cidade grande, principalmente em Istambul.

Eu fiz essa viagem com a minha mãe e alguns dias andei sozinha pelas ruas e não senti medo nem passei por nenhum momento tenso. Achei as ruas turcas seguras e nem uma vez ouvi algum homem dizer ¨cantadas¨ ou outras coisas pra mim, o que é tão corriqueiro, constrangedor e irritante nas ruas da América Latina, por exemplo.

Informações básicas sobre a Turquia
Capital: Ancara
Cidade mais populosa: Istambul (15 milhões)
Idioma: turco
Visto: brasileiros não precisam de visto e podem ficar até 90 dias no país fazendo turismo
Vacina: não precisa nenhuma, embora últimamente seja bom viajar com o certificado de vacina de febre amarela
População: 79 milhões
Moeda: lira turca
Fuso horário: 6h a mais do que no Brasil

Gostou das dicas sobre a Turquia? Se quiser boas ofertas de hotel para se hospedar, dá uma olhada aqui no Booking. Se você usar este link, vai pagar a mesma coisa e ao mesmo tempo ajudará o blog com uma pequena comissão!!

6 Comments

  • Oi, Giovana. Entre agosto e outubro a grande diferença, além do clima, é a alta temporada. Para os europeus, agosto é o período em que eles mais tiram férias, então os preços de tours, hotéis, etc, sobem mais. Por outro lado, outubro é mais tranquilo, mas já não faz tanto calor como no verão. Se eu tivesse que escolher, prefiro outubro porque ainda tem bastante sol e faz uma temperatura agradável. Por outro lado, a Turquia é um país grande e o clima varia de uma região pra outra. Espero ter ajudado. Abraços!

  • Olá Lucila ! Estou planejando conhecer a Turquia mas tenho dúvidas em relação ao período escolhido devido ao clima. Mês de agosto ou outubro ?

  • Olá, Michelle. Brasileiros não precisam de visto para visitar a Turquia e podem ficar até 90 dias no país fazendo turismo. Sobre o aeroporto, tem 3 em Istambul. Confira bem em qual você vai chegar para não dar confusão com o transfer, se é que você vai pedir um com antecedência. Câmbio o melhor lugar que achei quando estive lá foi nas casas de câmbio próximas dos bazares (Grande Bazar e Spice Bazar). E o clima é melhor você dar uma procurada no Google mesmo. Um abraço.

  • Boa tarde!! Estou indo para Turquia em maio e gostaria de saber sobre comunicação por lá, chip com internet, câmbio no aeroporto e a imigração. Eu vou chegar pelo aeroporto do lado asiático e não atatuk, sabe como é a imigração? Clima na primavera?

  • Que bom!! Fico feliz em poder compartilhar as minhas experiências e ajudar outros leitores também!! Um abraço.

  • Gostei muito. Você escreve de uma maneira simples e direta. Fácil de compreender. Amei

Participe e deixe seu comentário