Gruyères, queijo e chocolate suíço

gruyeres-suíça

Tem algo mais típico desse país do que chocolate e queijo suíço? Pertinho de Genebra fica o pequeno e encantador vilarejo de Gruyères onde é fabricado o queijo que leva o nome desse lugar e uma fábrica de chocolate aberta ao público. Uma tentação, né?

Eu visitei Gruyères, que fica apenas a 120 km de Genebra, cerca de 1h de carro ou 2h de trem. A pequena cidade medieval é um encanto que pode ser visitado em meio dia e a outra parte do dia pode ser reservada para visitar uma fábrica de queijo, almoçar e de sobremesa cair de cabeça no chocolate!!

Confira este post sobre o que fazer em Genebra.

gruyeres-suíça

A típica postal suíça de campo e vaquinhas com sinos pendurados que estamos acostumados a ver está ali nessa região. Colinas verdes e animais passeando tranquilamente fazem a festa das máquinas fotográficas. 

Depois de subir uma colina, se chega a Gruyères. A vilinha é realmente pequena, além das lojas de souvenir, do poço de água na praça central e de algumas casinhas fofas, a outra atração é o castelo no topo da colina.

gruyeres-suíça

A entrada ao castelo (chateau, em francês) custa 12 francos por pessoa. O enorme edifício do século XIII foi a casa de condes e atualmente é um museu.

Não fiquem bravos comigo, mas não sou chegada em visitar nem igrejas nem castelos. Pelo que li em outros blogs, o castelo vale a visita não só pela sua arquitetura, mas também pelos móveis e pela bela vista que oferece.

gruyeres-suíça
Esse é o Castelo de Gruyère

Agora uma dica que não tem nada a ver com queijo nem com castelo. Lembra do filme ¨Alien – o oitavo passageiro¨, ganhador do Oscar? Então, no centrinho de Gruyères tem um museu e um bar, o HR Giger Bar, com uma decoração totalmente inspiriada na temática.

Fábrica de queijos
Gruyères é bem turístico e tem vários restaurantes ali, mas nós optamos por almoçar diretamente lá embaixo na fábrica de queijo La Maison du Gruyère que tem um restaurante bem bacana.

Eu pedi uma batata rosti com legumes que tava boazinha, mas nada espetacular. Esse prato custou 25 francos (ohhh yeeesss, bem carinho). Ali também servem o clássico fondue, raclete e outros pratos da culinária suíça.

Eu acabei não fazendo a visita guiada dentro da fábrica, mas sei que dura cerca de 40 minutos e custa 7 francos. O pessoal do blog Para Viagem fez a visita e conta todos os detalhes.

Fábrica de chocolates
Aproveite essa viagem para conhecer também uma fábrica de chocolates, a Maison Cailler. A distância de Gruyères até a fábrica é de apenas 6 km, 15 minutos de carro.

Na verdade, a Cailler faz parte do grupo Nestlé e os chocolates que provei ali são muito bons. Eu gosto mesmo é de chocolate preto e na fábrica tem uma loja enorme com muuuitas variedades. Alegria total para chocólatras como eu.

Aliás, conversando com alguns locais eles me disseram que preferem muito mais o chocolate Cailler do que o Lindt, que parece ser mais famoso no exterior do que dentro da Suíça mesmo.

Como estava chovendo, tinha muita gente na fila e eu não tinha comprado o ticket antes, não fiz a visita. Mas aproveitei para comprar alguns chocolates na loja!! Quem quiser saber mais detalhes sobre a visita à fábrica, confere este post da Monique, do blog Me Joguei no Mundo.

A visita custa 12 francos por pessoa, com direito a degustação de chocolate livre lá dentro. Uma dica, vale a pena reservar o horário e comprar o ingresso pela internet com antecedência, principalmente se você for em um fim de semana.

Em Genebra eu fiz um tour e um atelier de chocolates. Confira minha experiência neste post.

Participe e deixe seu comentário.