Coronavírus: o que levar em conta antes de reservar um hotel

hotel-coronavírus


Quando for possível começar a viajar de novo, os cuidados no quesito higiene vão começar a pesar mais nesta época de coronavírus. Se antes a gente se preocupava se um hotel oferecia wifi ou café da manhã, agora em época de pandemia, as prioridades serão outras.

Será que é melhor se hospedar em um hotel grande, em um apartamento do Airbnb ou em uma pousada pequena onde circula pouca gente?

Eu fiz essa pergunta para os meus seguidores no Instagram e a imensa maioria (70%) disseram que vão preferir se hospedar em pousadas. Justamente porque a chance de encontrar menos pessoas é maior do que nos grandes hotéis.

Selos e avaliações
Pensando na segurança dos hóspedes e na retomada do turismo, o Ministério de Turismo Brasileiro lançou o selo Turismo Responsável. O estabelecimento que receber esse selo significa que está cumprindo com boas práticas de higiene para combater a Covid-19.

selo-turismo-responsavel-covid

Além do Brasil, iniciativas bem parecidas foram feitas em outros países, principalmente pela Europa onde selos com outros nomes também começaram a pipocar nos alojamentos.

Quem também já percebeu a importância de uma boa higiene em hotéis e pousadas é o Booking. Sabe que a plataforma de reservas usa a avaliação dos hóspedes para dar uma nota para cada alojamento, né?

Então, eles também somaram um quesito novo com nota: saúde e higiene. Agora dá pra ver quantos ítens são cumpridos por cada estabelecimento e a nota final depende disso.

Eu achei bem interessante. Confesso que levo muito em conta a nota que um hotel tem antes de fazer uma reserva pelo Booking.

Por exemplo, se o hotel oferece ítens de segurança para os funcionários, se cumpre com o distanciamento físico na áreas comuns,  quais protocolos de limpeza estão seguindo, etc. Tudo isso soma pontos para a nota final.

Por conta dessa pandemia dos infernos que estamos vivendo, tô aqui pensando, acho que até vou preferir que não seja feita a limpeza diária no quarto. O problema é que uma pessoa que estiver trabalhando no alojamento pode ter o vírus, passar para outros e nem saber porque é assintomática.

Outra mudança dos alojamentos será na hora de fazer o check-in. Alguns hotéis estão optando por fazer isso de maneira virtual ou que os trabalhadores fiquem protegidos por uma divisão acrílica para evitar uma maior aproximação.

Café da manhã
Então adeus ao café da manhã maravilhoso de hotel? Sucos, bolos, pães, iogurte…tudo ali ao meu dispor!

Uma solução que eu já vi que está sendo adotada nos restaurantes de buffet é que os atendentes agora ficam atrás do balcão servindo. Assim, os hóspedes não tocam nas travessas ou nos talheres. Tudo isso pra diminuir o risco de infecção.

Alguns hotéis estão escolhendo levar pequenas porções até a mesa, assim ninguém tem que ficar circulando. Outra solução também vai ser pedir o café da manhã no quarto, né?

hotel-coronavirus

Aproveite para ler também como se proteger em viagens durante a pandemia.

Dicas
Depois de ler tudo isso, a minha dica e a de vários especialistas que li antes de escrever, é que a gente cheque bem quais são os protocolos sanitários e de higiene que estão sendo adotados pelo hotel ou pousada, antes de fazer uma reserva.

Vale perguntar ou checar no site, se eles disponibilizam álcool em gel tanto nos quartos como nas áreas comuns dos hotéis, se os funcionários estão usando proteção, se realmente há um distanciamento social nas áreas comuns, etc.

Você acha que tudo isso é importante? Você tem viajado e se hospedado em hotéis nesta época de coronavírus e quer compartilhar a sua experiência com a gente? Então deixe um comentário aí embaixo.

Participe e deixe seu comentário