Ilha do Mel, um doce descanso

ilhadomel

A Ilha do Mel é meu lugar no mundo! Esse destino paradisíaco no sul do Brasil tem praias enormes e muita natureza. Se além de sombra e água fresca, você procura um lugar que ainda preserva a calma e muita beleza natural, anota a Ilha do Mel na tua lista.

Esse é um destino muito especial. Sempre que vou pra Curitiba, visito a Ilha do Mel. Me sinto feliz e tranquila quando estou lá. Adoro apreciar a natureza em estado puro, a imensidão dessas praias e o barulho do mar.

Ilhadomel-lucila
Minha cara de feliz quando estou na ilha

A Ilha do Mel é relativamente pequena, tem apenas 35 quilômetros quadrados. Para chegar lá, só mesmo de barco.

ilhadomel-barco
Esse são os barcos que fazem a travessia
lucila-ilhadomel
Alegria de quem tá indo pra ilha

Carros não são permitidos nesse lugar que é considerado um dos xodós dos paranaenses. Esse é outro dos motivos pelos quais gosto tanto de lá, não tem carro circulando! Para percorrer a ilha só a pé ou de bicicleta mesmo.

A ilha é uma reserva ecológica e conta com boa infraestrutura para receber os viajantes, bons restaurantes, trilhas bem sinalizadas e alguns lugares também tem wifi, para quem não aguenta ficar muito tempo longe da tecnologia.

ilha do mel trilhas

Além disso, hospedagem é o que não falta por lá. Tem mais de 65 pousadas, um albergue da juventude, um hotel de luxo e dezenas de campings.

Se quiser fazer uma reserva de alojamento pelo Booking pra Ilha do Mel, confira estas ofertas do Booking.

Conhecendo a ilha
A Ilha do Mel está dividida em duas partes: Brasília e Encantadas. A primeira é a preferida da turma do surf.

Brasília também conta com outras atrações turísticas. O Farol, no morro das Conchas, é alimentado por energia solar. Subir até lá pode ser um pouco cansativo, principalmente em um dia de muito calor, mas vale a pena porque a vista é linda!!

farol-ilhadomel
Esse é o famoso farol
lucila-ilhadomel2
A vista que se tem do farol

A outra grande atração de Brasília é a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, construída em 1766. Durante a II Guerra Mundial, essa fortificação serviu de guardiã para evitar que submarinos invadissem as águas da Baía de Paranaguá.

É possível entrar e percorrer o interior da fortaleza e fazer fotos lindas!

fortaleza-Ilha do Mel
A bela fortaleza. Foto: Esteban Mazzoncini

Do farol até a fortaleza a caminhada é um pouco longa, pode durar cerca de 1h, 1h30. Por isso, minha dica é alugar uma bicicleta para curtir mais o trajeto.

ilha do mel

Do outro lado da Ilha do Mel, no extremo Sul, fica Encantadas. Essa parte é indicada para os viajantes que querem relaxar e ficar longe do agito. Com águas claras e mornas, muitos procuram essa praia para fazer mergulho.

Curtindo a ilha com uma super amiga viajante, Suz Paquete
Curtindo a ilha com a Suzana, uma super amiga viajante

Encantadas também conta com a sua atração natural, a Gruta das Encantadas. E como não poderia deixar de ser, esse lugar está cheio de lendas de sereias encantadoras que atraíam os pescadores com seu canto.

Durante a noite, nas noites de verão, a galera se diverte tomando uma cerveja nos barzinhos ou nos jardins das pousadas. O clima costuma ser tranquilo e até mesmo familiar.

Leia também os principais pontos turísticos de Curitiba

ilhadomel-restaurante
Das coisas boas que a gente encontra na praia

Como chegar
A Ilha do Mel fica a 115 quilômetros de Curitiba. A maneira mais fácil e rápida é ir até Pontal do Sul. Quando se chega ao trapiche, os visitantes tem que pagar uma taxa e a embarcação. Ali você tem que decidir se prefer visitar a parte de Encantadas ou Brasília.

Eu gosto mais de Brasília porque as praias são maiores e também porque dá pra visitar o farol e a fortaleza.

A Ilha do Mel é uma reserva ecológica, então o acesso é limitado. Mas até hoje nunca aconteceu comigo de chegar no trapiche e dizerem que já estava lotado.

A travessia de barco desde Pontal do Sul até Brasília ou Encantadas é de meia hora.

Por do sol na Ilha do Mel, Paraná.

Última dica, se você se animou para conhecer esse paraíso paranaense, não esqueça de colocar na mochila protetor solar, roupas confortáveis e muito repelente (se for no fim do ano).

1 Comment

Participe e deixe seu comentário