A livraria mais antiga de Buenos Aires

LivrariaAvila

Imagina entrar no túnel do tempo e conhecer a livraria mais antiga de Buenos Aires. Um lugar mágico e cheio de história que não pode ficar de fora da sua visita quando vier pra cá.

A Livraria Ávila sobreviveu no tempo, mudou de dono e de nome e foi testemunha da história argentina. São mais de 235 anos no mesmo lugar.

LivrariaAvila

Eu tive a sorte de conhecer essa livraria e ainda entrevistar o dono. Tive uma aula de história e viajei no tempo, literalmente, com as histórias do simpático Ávila.


¨Em 1993 fiquei sabendo que este espaço seria alugado para uma empresa americana de fast food e tive um ataque de nacionalismo. Falei com várias pessoas até conseguir que alugassem pra mim. Foi assim que resgatei a antiga Librería del Colegio¨, me disse Miguel Ávila, o dono.

Avila-libreria
Esse é o Ávila, o dono da livraria

Quando foi inaugurada em 1785, o nome era Librería del Colegio (Livraria do Colégio), porque ela fica bem pertinho do famoso colégio público nacional de Buenos Aires.

O edifício tem dois andares e paredes lotadas de livros usados do teto ao chão. Quando você acha que já viu tudo ainda tem a parte de baixo onde ficam os exemplares sobre arte, infantis e muita literatura hispânica.

Aproveite também para conhecer a Ateneo, uma das livraria mais lindas do mundo e que também fica em Buenos Aires.

Acredite se quiser, na Ávila tem mais de 150 mil livros à venda. Tudo está separado por seções: história, arte, teatro, antropologia, filosofia, indigenismo, religião, viagens, entre muitas outras categorias.

Além de ser a livraria mais antiga de Buenos Aires, ela é conhecida por oferecer um acervo de obras antigas, livros raros e obras que estão fora de catálogo.

LivrariaAvila
Vá com tempo para passear entre as estantes e as joias raras que estão à venda

A Ávila tem uma importância histórica enorme. Imagina só que os revolucionários que participaram da Revolução de Maio, em 1810, se reuniam ali e eram inspirados pelos livros que chegavam contrabandeados da França.

Nessa visita também descobri que esse local foi declarado lugar de interesse cultural da cidade, um monumento histórico nacional. O que é legal é que com esse título, no futuro mesmo que mude de dono, esse local só pode virar outra livraria.

LivrariaAvila-antigaBuenosAires

Para quem gosta de tango, tem uma parte só de livros sobre esse baile. Também tem literatura argentina, muitas obras sobre Buenos Aires, folclore e novelas. O livro mais antigo que tem lá é de 1530!

E uma das minhas curiosidades era saber quais são os livros mais procurados. O Ávila me contou que são os do escritor argentino Julio Cortázar e o Martin Fierro, do argentino José Hernández. Além do clássico ¨O Pequeno  Príncipe¨. Que diga-se de passagem eu adooooro esse livro.

Ficou com vontade de conhecer a livraria mais antiga de Buenos Aires?
Então anota aí: a Livraria Ávila fica bem no centro, a poucos metros da Praça de Maio. Calle Adolfo Alsina, 500.
Abre de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h; sábados, das 10h às 15h.

Participe e deixe seu comentário