O que fazer em Montevidéu

Montevideu-letreiro

O Uruguai é um país pequeno, mas está cheio de atrativos e lugares lindos para visitar. Neste post compartilho com você os principais pontos turísticos e o que fazer em Montevidéu.

A capital do Uruguai tem só um milhão e meio de habitantes, com isso já dá pra ter uma ideia de que a cidade não é muito grande. Por isso, eu recomendo reservar entre 1 e 2 dias para visitar Montevidéu. Com um dia é possível ver seus principais atrativos e com dois dias dá para fazer tudo tranquilamente e curtir esse destino sem pressa, como fazem os próprios uruguaios.

Ciudad Vieja (Cidade antiga)
O passeio pode começar pela região mais antiga de Montevidéu. O maior atrativo ali é o Mercado del Puerto, um bom lugar para almoçar. Tem vários restaurantes que servem carne, o famoso churrasco uruguaio, mariscos, peixes e até empanadas.

mercado-montevideu
mercado-montevideu
Esse é o interior do Mercado del Puerto

Os preços são bem turísticos e quem não quiser gastar muito pode escolher umas empanadas, que custam cerca de 2 dólares cada uma. Dei  uma olhada nos cardápios e só pra ter uma ideia de valores, um chivito, que é um sanduíche com bife e outras cositas, prato típico do país, custa uns 21 dólares.

Um pedaço de carne (sem acompanhamento), uns 11 dólares. Um peixe grelhado, 17 dólares. Uma garrafa de vinho, cerca de 13 dólares e um refrigerante, 3 dólares. Além desses valores, alguns restaurantes cobram o famoso cubierto, que é tipo um couvert por pessoa e você é obrigado a pagar. Dependendo do lugar, o valor pode ser de 2 a 5 dólares.

Se não quiser gastar tanto, vale dar uma passada pelo mercado só para conhecer e depois escolher outro lugar fora dali para comer. O Mercado del Puerto foi inaugurado em 1868 e era um antigo mercado que vendia alimentos aos moradores locais.

O Mercado del Puerto fica na Rambla 25 de Agosto de 1825.

montevideu
Centro antigo de Montevidéu

Calçadão Sarandi
Ao redor do mercado tem várias lojas de souvenir e algumas frutarias. A rua principal dali é o calçadão Sarandi, que tem algumas livrarias, lojas e casarões que tiveram sua beleza no passado.

Eu achei que a parte antiga, infelizmente, não está bem cuidada. Se essas casas estivessem restauradas, com certeza o centro antigo de Montevidéu teria outra cara.

No final da Sarandi fica a catedral metropolitana e a poucos passos dali está a porta da cidade antiga (Puerta de la Ciudadela), que marca o fim da cidade antiga.

montevideu-centroantigo
Puerta de la Ciudadela

Essa porta foi construída pelos espanhóis e era a entrada para a cidadela. Antigamente um muro rodeava o centro para proteger a região de invasões.

Centro de Montevidéu
Depois de passar pela porta, se chega à Praça Independencia e ao mausoléu do general Artigas (ele foi um político e militar uruguaio e é considerado um herói nacional).

montevideu-plazaindenpendencia
Plaza de la Independencia
lucila-montevideu-salvo

Essa praça é o coração de Montevidéu, um dos lugares mais importantes da cidade. Com muitas palmeiras que completam a arborização do lugar, esse é um lugar perfeito para dar uma descansada.  

Em uma das esquinas da praça, lá no alto, está o edifício mais emblemático de Montevidéu, o Palácio Salvo.

montevideu-palaciosalvo

Esse prédio lindo que tem uma arquitetura um tanto quanto rocambolesca foi construído por um arquiteto italiano e a ideia inicial é que fosse um hotel, mas como o plano não deu certo acabou virando apartamentos para moradores.

Quem quiser ter uma vista legal da região e conhecer um pouco mais da história do Palácio Salvo, tem visitas guiadas de segunda a domingo, das 10h30 às 16h, depedendo do dia. E na 4f tem uma visita noturna às 20h. Detalhe, só aceitam dinheiro para pagamento do tour.

Quando estive ali o tour de 55 minutos custava 6 dólares e o de 25 minutos (só para conhecer o mirante), 4 dólares por pessoa.

Eu acabei não subindo porque preferi conhecer outro mirante que é gratuito. Continue lendo que já conto onde fica.

Uma curiosidade legal é que o Palácio Salvo tem um irmão gêmeo em Buenos Aires, o Palácio Barolo. Se quiser saber mais sobre o Barolo, tem um post completo aqui.

Outro detalhe, bem pertinho da Plaza Independencia fica o Teatro Solís, o mais famoso da cidade, na Rua Buenos Aires esquina com Bartolomé Mitre.

Carlos Gardel e cadeados do amor
Seguindo com passeio, na Avenida 18 de Julio, 1201, dei de cara com uma simpática estátua do cantor de tango Carlos Gardel. Sentei ali para tomar um café com ele e bater dois dedinhos de prosa 😉

montevideu-carlosgardel

Gardel fez sua fama na Argentina, mas tem uma história curiosa com o Uruguai. Há quem diga que ele nasceu nesse país, na pequena cidade de Tacuarembó, mas outras teorias dizem que ele é francês e se mudou para a América Latina quando tinha 2 anos de idade com a sua mãe. O cantor e compositor morou em Buenos Aires durante toda a sua infância no bairro Abasto, onde sua casa é hoje um museu.

Discussões à parte, aproveite para sentar ao lado de um dos maiores cantores de tango que já existiu até hoje e bater uma foto, é claro.

Bem do lado da estátua tem uma fonte que chamou muito a minha atenção, a dos cadeados do amor.

montevideu-fonte-cadeados

Eu já tinha visto muitas pontes com esses cadeados pelo mundo afora, mas nunca uma fonte com essa quantidade, gente!

Mirante gratuito
Passei por ali porque estava procurando o mirante gratuito que fica na Prefeitura de Montevidéu (Intendencia de Montevideo). É só entrar nesse edifício e perguntar onde estão os elevadores para o mirante, mirador em espanhol.

montevideu-mirantegratuito
Prefeitura de Montevidéu

Lá de cima, do 22º segundo andar se tem uma vista de 360 graus da capital uruguaia. Eu achei uma delícia ver a cidade do alto, adoro fazer isso sempre que posso e também achei espetacular que tem informação sobre vários edifícios e bancos para sentar. O que eu mais gostei é que essa atração é gratuita!

montevideu-mirantegratuito2
montevideu-mirantegratuito2

O mirante fica na Avenida 18 de Julio, esquina com a Rua Ejido. Abre diariamente no verão das 10h às 20h e nos meses de inverno, fecha às 18h.

Praia e passeio pelo calçadão
Esse passeio eu recomendo fazer no fim da tarde para ver o pôr do sol em Punta Carretas, um dos bairros mais chiques da cidade.

PuntaCarretas-montevideu4
Punta Carretas é minha parte favorita de Montevidéu

Montevidéu tem 22 km de rambla, como eles chamam o calçadão lá. É uma delícia caminhar por ali, principalmente no fim da tarde. Mas a melhor opção, na minha opinião, é alugar uma bicicleta ou fazer algum tour de bike para passear por lá.

Eu peguei a minha bike no Hotel Esplendor, onde fiquei hospedada e amei experiência. Os uruguaios sabem aproveitar esse espaço de frente para o Rio de la Plata para tomar chimarrão, caminhar, fazer exercício e tomar banho nesse belo rio que mais parece mar, na Playa de Pocitos.

Montevideu-Praia
A famosa Praia de Pocitos
Montevideu-Praia

O famoso letreiro com o nome da cidade fica na Rambla República del Perú, 11300, bem na frente do Hotel Hyatt Centric, ao lado da Playa de Pocitos.

O legal é que essas letras mudam de cor e de desenho a cada tanto. Quando estive lá vi esse design dedicado ao tango. De lá se tem uma vista bem legal da rambla, dos edifícios e da praia.

Depois do entardecer, recomendo uma visita ao Shopping Punta Carretas que antigamente era uma prisão. Imagina só. Se você quiser economizar na comida, dentro do shopping tem o supermercado Disco que tem uma espécie de pátio de comidas e é uma delícia. Você pode comprar para levar ou comer ali mesmo no supermercado.

Museus
Quem tiver tempo sobrando ou gostar muito de museus, tem alguns interessantes para visitar em Montevidéu.

O Museu do Carnaval (o Uruguai é famoso por ter o carnaval mais longo do mundo, dura cerca de 40 dias), fica na Rambla 25 de Agosto, 218. Outro que recomendam é o Museu Andes 1972 (que conta a história daquele acidente de avião onde várias pessoas sobreviveram depois de terem ficado 72 dias perdidas no frio da Cordilheira dos Andes). O Museu Andes fica na Rua Rincón, 619.

Quem gosta de tango, os uruguaios são amantes deste baile, pode aproveitar para visitar o Museu do Tango que fica na Praça Independencia, 848.

Detalhe, se você curte futebol, aproveite para conhecer o museu e o Estádio Centenário que foi construído especialmente para sediar a primeira Copa do Mundo, em 1930. O estádio fica no bairro Parque Batlle.

Onde se hospedar
Eu super recomendo ficar hospedado na região de Punta Carretas, que fica de frente para o Rio de la Plata e é um dos bairros mais bonitos de Montevidéu.

Essa região é perfeita para curtir o fim da tarde, caminhar pelo calçadão e jantar tranquilo em algum restaurante legal ou no shopping Punta Carretas mesmo.

quarto-esplendor-montevideu
Meu quarto no Hotel Esplendor

Eu fiquei dois dias no Hotel Esplendor e conto em detalhes como foi a minha hospedagem por lá neste post.

Gostou de tudo o que tem para fazer em Montevidéu? Você já conhece a capital do Uruguai, tem outras dicas ou alguma dúvida sobre a cidade? Então é só deixar um comentário aí embaixo.

Participe e deixe seu comentário