O que ver e fazer no Chipre

LoveBridge-Cyprus
A famosa Ponte do Amor

Imagina uma ilha onde o mar é azul turquesa, onde no inverno não faz frio. Pensa em um destino onde é possível satisfazer tanto quem gosta de natureza e belas paisagens como quem prefere ruínas e história. Chipre, a ilha de Afrodite, é assim. Confira aqui o que fazer e ver no Chipre!

Kato-mosaicos-pafos
O Chipre é um país muito rico em histórias e tem muitos parques arqueológicos para visitar

Eu passei uma semana percorrendo vários lugares desse país mediterrâneo que sempre chamou minha atenção pela sua mitologia grega, pelas suas incríveis praias e também porque o Chipre tem a única cidade do mundo dividida em duas.

A capital Nicósia está separada entre a República Turca do Norte e a República do Chipre. Imagina uma única cidade dividida em dois territórios: de um lado se fala grego e do outro, turco. Você está caminhando pelo centro quando de repente dá de cara com uma barricada dessas.

Nicosia-barricadas
Barricadas no meio da cidade de Nicósia

Quanto tempo

Fiquei 7 dias no Chipre, mas não deu tempo de visitar todos os principais lugares da ilha. Minha recomendação é ficar pelo menos 10 dias, tempo suficiente para descansar e curtir uma praia e também para conhecer os pontos mais famosos desse belo destino.

Mapa do Chipre

Onde se hospedar

Eu fiquei alojada em Pafos, no sudoeste de Chipre. A área é bem bonita, tem muitas ruínas e praias legais, mas o ponto negativo é que como fica em um dos extremos da ilha, todas as outras atrações ficam a vários quilômetros dali.

Pela minha experiência, a minha dica é ficar alojado a cada dois ou três dias em um lugar diferente, assim dá para conhecer mais pontos e não fica tão cansativo dirigir pela ilha. Confira aqui ótimas opções de alojamento do Booking no Chipre.

Ah, mega vale alugar um carro para se locomover por lá. Escrevi outro post com muuuuitas dicas sobre o Chipre e falo sobre isso detalhadamente. Dá uma lida também.

Principais pontos turísticos

Pafos
A cidade inteira de Pafos é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Pela quantidade de lugares que tem para visitar na região, aconselho reservar entre um e dois dias.

Por ter vários hotéis e resorts e também por ter um aeroporto internacional perto do centro (16km), esse é um dos pontos favoritos dos turistas. Além disso, segundo a mitologia grega, Afrodite (a deusa do amor) nasceu da espuma do mar bem ali.

A bela praia da Afrodite

Aliás, um dos lugares que mais gostei do Chipre é a Afrodite´s Rock (25km do centro de Pafos). Dizem que foi exatamente nesse lugar (Petra Tou Romiou) que a Afrodite surgiu. Essas grandes rochas são um ótimo convite para sentar e apreciar a força e a beleza da natureza, principalmente se você pegar um dia de sol como eu peguei.

Segundo a mitologia grega, Afrodite nasceu exatamente neste ponto
A bela vista de cima das rochas

A praia é de pedrinhas e o mar é super azul. Uma coisa que chamou minha atenção foi ver vários arbustos e árvores com muitos pedaços de panos brancos pendurados. Segundo a tradição cipriota, as pessoas fazem pedidos ao amarrar esses lenços e esses desejos viram realidade.

Chipre-Tradições

Outro ponto turístico de Pafos é o Parque Arqueológico Kato. Fiquei boba de ver como mosaicos tão antigos, que pertenceram à nobres romanos, estão tão bem preservados depois de tantos séculos.

Kato-mosaicos-pafos
Kato-pafos

Nesse parque arqueológico tem quatro ¨casas¨ do ano 4 antes de Cristo (AC) para visitar e muitas ruínas deixadas pelos romanos que compõem um lindo cenário. A entrada ao parque custa 4,5 euros.

Outra atração é caminhar pelo calçadão de Pafos. Um percurso que leva até o pequeno porto e ao castelo medieval (tem muitos desse estilo no Chipre). Esse também é um bom lugar para almoçar ou jantar de frente para o mar.

E se você gosta mesmo de história e quer ver mais ruínas, a próxima visita em Pafos mesmo são os túmulos dos reis (Tombs of the Kings).

Thombofthekings-Pafos
Os túmulos estão muito bem preservados
Thombofthekings-Pafos

Esse é um enorme parque arqueológico com muitos túmulos e câmaras subterrâneas muito bem preservadas.

No dia seguinte, recomendo visitar as praias da região. Indo em direção à Coral Beach tem vários mirantes bacanas e lugares pra ver a vida passar sem pressa.

Um dos que eu mais gostei foi o mirante da Lara Beach, que tem uma igreja ortodoxa lá no alto. Dali se tem uma vista linda de uma pequena marina.

LaraBeach-Chyprus
Chipre praias
Bela vista do mirante Lara

Outra parada por lá é pra ver as cavernas marinhas que foram se formando ao longo dos anos nessas grandes rochas. Um espetáculo de interação entre o mar, a força das ondas e a resistência das pedras.

Chipre-seacaves
Essas são as famosas cavernas marinhas
chipre-praias-lucila

Limassol
A próxima parada foi Limassol para conhecer as as ruínas de Kourion. Ali vi um dos anfiteatros grego-romano mais belos porque esse lugar fica bem no alto e tem uma vista estonteante do mar.

Limassol-kourion

É realmente um espetáculo sentar nesses degraus e imaginar como era a vida no passado, quem se apresentou nesse cenário e quem viveu naquela época. Hoje em dia, principalmente durante o verão, esse teatro recebe vários eventos. Deve ser lindo assistir algum!

Essas ruínas estão a 19km da cidade de Limassol. Por isso, depois da visita demos uma caminhada pela cidade. Como era dia 24, véspera de Natal, muitos lugares estavam fechados.

Só conheci o calçadão e caminhei um pouco pelo centro antigo, com suas ruas estreitas,  gostei bastante.

Nicósia
Essa é a capital do Chipre e merece a visita principalmente por ser uma cidade dividida em dois territórios. Eu passei só um dia lá e o que mais curti foi o lado turco.

Nicosia-ladoturco1

A história dessa divisão é tão curiosa e chamou tanto a minha atenção que escrevi um post inteiro só sobre isso.

Achei Nicósia a cidade mais cosmopolita da ilha, mas não achei um lugar bonito. Caminhei pelo calçadão da Rua Ledra que está cheio de restaurantes e lojas e logo atravessei para o lado turco.

Nicosia-capitalchipre
Esse é o calçadão Ledra Street

Recomendo um dia para conhecer os dois lados e para caminhar pelo centro antigo que tem umas muralhas venezianas interessantes.

Aya Napa
No último dia fomos conhecer um dos cartões postais mais famosos do Chipre, a famosa ponte do amor (Lovers Bridge). Reza a lenda que se duas pessoas se beijam bem no meio o amor está garantido para sempre!

LoveBridge-Cyprus

Lá do alto é possível ver essa espécie de ponte que foi sendo modelada durante muitos anos pela força do mar. Eu fui no inverno e por sorte não tinha tanta gente, mas acredito que no verão a espera deve ser grande pra conseguir bater uma foto assim sozinha bem no meio da ponte.

AyaNapa-sculpturepark
AyaNapa-sculpturepark

Antes de chegar ali, na parte de cima, tem um jardim de esculturas bastante peculiar. Com obras bem diversas, algumas interessantes e outras nem tanto, mas vale a visita.

Masssss, o lugar que mais gostei de visitar de Aya Napa foi Cape Greco, que é um Parque Natural (a 10 km dali) com muitas rochas incríveis. Paisagens alucinantes que constrastam com o azul forte do mar.

AyaNapa-sculpturepark
Chipre-CapoGreco1

As vistas são tão lindas que muita gente escolhe esse cenário para fazer fotos de casamento e também para fazer trilhas.

Chipre-CapoGreco
Outra ponte de pedra que encontrei caminhando em Capo Greco

Para quem gosta de festa, Aya Napa também é conhecida como a Ibiza do Chipre. No verão, o centro é um fervo de adolescentes, música alta e clubs. Eu estive no fim de dezembro e parecia mais uma cidade fantasma, porque estava tudo absolutamente fechado.

Leia também: as melhores dicas do Chipre

Durante minha visita ao Chipre vi que o país tem muitos mosteiros. Aliás, até visitei um na região de Pafos e gostei. Comprei vinho, conversei com alguns monges e curti a tranquilidade que há nesses lugares. Se você estiver viajando por lá e ver alguma placa avisando que tem um mosteiro na região, faça um desvio e aproveite para visitar um também.

Lucila-chipre

Bom, esses foram todos os lugares que visitei no Chipre durante a minha estadia de uma semana e olha que fiquei com vontade de muito mais. Não consegui conhecer a cidade de Famagusta, que fica do lado turco e também queria muito ter ido para a região de Trodos, nas montanhas.

Você já conhece o Chipre e quer compartilhar alguma dica ou tem uma pregunta para me fazer? Então é só deixar um comentário aí embaixo.

Participe e deixe seu comentário